#
Sete mitos sobre Mainframe!
Date 28 Aug 2019

O mainframe é confiável e muito utilizado para escalar alto volume de dados com cargas de trabalhos digitais. Para compreender melhor, vamos desvendar sete mitos sobre o mainframe:

1. O mainframe está morto, ou em vias de acabar. Errado. Usuários de dispositivos móveis realizam cerca de 37 transações diárias e 91% de seus apps se comunicam via mainframe.

2. Empresas poupam dinheiro ao substituir mainframes por cloud-computing ou infraestrutura de cluster de grande escala. Errado. As companhias que contam primordialmente com mainframes para seu crescimento apresentam, em média, custos 35% menores com infraestrutura geral de TI em comparação àquelas que dependem de servidores commodities.

3. O mainframe não é uma tecnologia moderna. Errado. A IBM continua aumentando e modernizando seu mainframe com três novas gerações em produção.

4. Mainframe não é mais atraente, principalmente para a geração Y. Errado. Muitas pessoas pensam que gerenciar dados no mainframe é um sofrimento quando, na realidade, já é possível acessa-lo pela internet e até via smartphone, onde há interfaces gráficas e rotinas automatizadas.

5. O mainframe não é parte da nuvem e não pode ser utilizado para iniciativas de Big Data. Errado. Se 91% dos aplicativos móveis interagem com mainframes, então são essenciais e fazem parte da nuvem. Adicionalmente, companhias baseadas em mainframes armazenam de 70 a 80% de seus dados neles.

6. Não está acontecendo nenhum desenvolvimento de aplicação animador. Errado. 93% das organizações de mainframe disseram que o Java está crescendo – e o Java é a linguagem de escolha para escrever uma aplicação nova ou já existente. Notavelmente, 83% delas projetam estabilizar ou ampliar sua capacidade de mainframe, e 90% preveem longa permanência na plataforma.

7. Novos serviços digitais não dependem de mainframes. Errado. Os novos serviços digitais dependem fortemente do mainframe para um elevado volume de processamento transacional nos serviços financeiros, seguros, transporte, viagens e muitos outros segmentos. Em 2017, estima-se que cada cliente móvel realizou cerca de 50 transações diárias, a geração de cerca de 300 a 5 mil interações de mainframe.

Veja a matéria completa em: COMPUTERWORLD

Quantidade de publicações: 57